Graças, porém, a Deus que em Cristo sempre nos conduz em triunfo, e por meio de nós difunde em todo lugar o cheiro do seu conhecimento. Colossenses 1:10

Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Corte a corda que te prende a este mundo

Corte a corda que te prende a este mundo
Corte a corda que te prende a este mundo
  • A História
Esta é a história de um alpinista que sempre buscava superar mais e mais desafios. Ele resolveu, depois de muitos anos de preparação, escalar o monte mais alto de seu país.
Mas ele queria a glória somente para ele e resolveu escalar sozinho sem nenhum companheiro, o que seria natural no caso de uma escalada dessa dificuldade.
Ele começou a subir e foi ficando cada vez mais tarde, porém ele não havia se preparado para acampar e resolveu seguir a escalada, decidido a atingir o topo.
Escureceu e a noite caiu como um breu nas alturas da montanha, e não era possível mais enxergar um palmo frente do nariz, não se via absolutamente nada. Tudo era escuridão, zero de visibilidade, não havia lua e as estrelas estavam cobertas pelas nuvens.
Subindo por uma “parede”, a apenas 100 metros do topo, ele escorregou e caiu… Caía a uma velocidade vertiginosa, somente conseguia ver as manchas que passavam cada vez mais rápidas na mesma escuridão, e sentia a terrível sensação de ser sugado pela força da gravidade. Ele continuava caindo e, nesses angustiantes momentos, passaram por sua mente todos os momentos felizes e tristes que ele já havia vivido em sua vida.
De repente ele sentiu um puxão forte que quase o partiu pela metade … shack!
Como todo alpinista experimentado, havia cravado estacas de segurança com grampos a uma corda comprida que fixou em sua cintura. Nesses momentos de silêncio, suspenso pelos ares na completa escuridão, não sobrou para ele nada alem do que gritar: Oh, meu Deus! Me ajude!
De repente uma voz grave e profunda vinda do céu respondeu:
– O que você quer de mim, meu filho?
– Me salve, meu Deus, por favor!
– Você realmente acredita que eu possa te salvar?
– Eu tenho certeza, meu Deus.
– Então corte a corda que te mantém pendurado… Houve um momento de silêncio e reflexão. O homem se agarrou mais ainda à corda e refletiu que se fizesse isso morreria…
Dois dias depois uma equipe de resgate encontrou um alpinista congelado, morto, agarrado com força e com as suas duas mãos a uma corda a tão somente dois metros do chão!
E você, está segurando firme a sua corda? Por que não a corta?

O crente preso ao mundo
II Corintios 5:17
17 – Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.
  • Você já cortou a corda que te prendia ao mundo?
  • Você é nova criatura ou ainda vive como antes?
  • Você só vai para frente se deixar o passado para tráz.

A diferença entre dois mundos.
Gálatas 2:20
20 – Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.
  • Vivemos no espírito e não mais a carne.
  • Ninguém consegue viver em dois mundos diferentes. Nem servir a dois Senhores
Lucas 16:13
13 – Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.
  • O fracasso do crente está em pensar que pode conciliar uma vida cristã e uma vida mundana.
  • Escolha a quem servir, e se dedique a ele.
Mateus 5:37
37 – Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna.
  • Ninguém engana a Deus, mais muitos enganam a sí mesmo.
Como corta a corda
Lucas 13:20
20 – E disse outra vez: A que compararei o reino de Deus?
  • Ser de Cristo pode nos trazer guerra.
  • Ser de Cristo pode nos separar de coisas que nos dão prazer
  • Ser de Cristo pode nos causar constrangimento.
  • Ser de cristo é lutar contra o mal que permanece nos que ainda não conhece a Cristo.
Mateus 16:13-16
13 – E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem?
14 – E eles disseram: Uns, João o Batista; outros, Elias; e outros, Jeremias, ou um dos profetas.
15 – Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou?
16 – E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
  • Reconhecer a Cristo como Senhor e salvador é que nos torna diferente dos demais e nos liga ao tonco.

João 6:51
51 – Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo.
  • Amar ao próximo, nunca desprezar ninguém, crer que cristo transforma até o mais duro coração. E todos necessitam do amor de Cristo e aquele que permitir O Senhor entrará em seu coração e o fará nova criatura.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Lembrai-vos da Mulher de Ló


"Mas a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal. Lembrai-vos da mulher de Ló" Gn 19:26 e Lucas 17:32

Há uma palavra no hebraico moderno que traduz perfeitamente o significado de arrepender, é shoov ou "brilho". Brilho que no hebraico antigo é beit representado pelos dentes e significa "destruir". Beit representa uma tenda ou casa. Assim, uma leitura literal desses significados seria: "para destruir a casa".
No mundo antigo, os conquistadores, entes de tornar os cativos parte de seu reino, destruíam suas casas para que não houvesse possibilidade de tornarem ao mesmo lugar. Assim, em horror, os cativos eram testemunhas de que suas casas eram completamente destruídas por reis conquistadores. A partir dessa compreensão, temos a ilustração do real significado de "voltar" e "arrepender": Deixar a velha casa para trás.

A velha casa onde você vivia antes, foi destruída e você morreu para tudo que ali havia. Não olhe para trás, para um passado de futilidade, mágoa, rancor, infelicidade. Ele acabou para sempre! Viva na escolha de servir e amar ao Rei Ressuscitado. Quando Ele nos chama, a velha casa desmorona para dar lugar a uma nova, em novo Reino. Lembre-se da mulher de Ló. Ela escapou de Sodoma, mas tornou-se estátua de sal em monumento eterno sobre o não arrependimento. Ela teve desejo de voltar a velha casa e vida.

"Aquele pois que o Filho libertar verdadeiramente será livre" Jo 8:36

Livre para viver em um Reino, onde a casa estará firmada na Rocha e ainda que venham ventos, rios e tempestades, ela permanecerá firme.


Autor: Artigo recebido por email

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Das Cinzas Para a Vida

E disse: Um certo homem tinha dois filhos;
12 - E o mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me pertence. E ele repartiu por eles a fazenda.
13 - E, poucos dias depois, o filho mais novo, ajuntando tudo, partiu para uma terra longínqua, e ali desperdiçou os seus bens, vivendo dissolutamente.
14 - E, havendo ele gastado tudo, houve naquela terra uma grande fome, e começou a padecer necessidades.
15 - E foi, e chegou-se a um dos cidadãos daquela terra, o qual o mandou para os seus campos, a apascentar porcos.
16 - E desejava encher o seu estômago com as bolotas que os porcos comiam, e ninguém lhe dava nada.
17 - E, tornando em si, disse: Quantos jornaleiros de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome!
18 - Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti;
19 - Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus jornaleiros.
20 - E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou.
21 - E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e perante ti, e já não sou digno de ser chamado teu filho.
22 - Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa; e vesti-lho, e ponde-lhe um anel na mão, e alparcas nos pés;
23 - E trazei o bezerro cevado, e matai-o; e comamos, e alegremo-nos;
24 - Porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a alegrar-se.

Lucas 15:11-24



O que nós aprendemos nesta parábola de Jesus? Deixar Deus fora de nossas vidas sempre resultará em desapontamentos, como pobreza “espiritual, relacional e física”.

Entendendo a parábola: Um pai tem dois filhos. A rebelião do filho mais novo ao exigir a sua herança (11,12) e desperdiçá-la (13). Ao passar fome, ele se vê forçado a comer a comida dos porcos que alimenta (14-16). Ele cai em si (17). Toma a decisão de voltar arrependido (18,19). O pai o recebe de braços e coração abertos (20,21). O pai prepara uma festa de celebração pela volta do filho e comemora a ocasião (22-24). Nesta parábola Deus é representado pelo pai e este revela como Ele é em Seu caráter ou natureza, em relação a filhos que contra Ele se rebelam.

Deus nos dá a liberdade para tomarmos decisões insensatas. Sem o menor juízo, o rapaz pede a sua parte da herança porque queria realizar seus sonhos pessoais. Ao longo da nossa leitura nós vimos como Deus estava fora dos seus caminhos. Ele foi imoral e irresponsável.

Por algum tempo, Deus permite que nós desfrutemos os prazeres de uma vida desregrada. O rapaz foi para longe de casa para seguir suas paixões. (15:13) Por que o pecado é agradável?
- Porque tudo o que é proibido gera muita curiosidade e desejo.
- Porque momentaneamente, cumpre um desejo pessoal e traz uma satisfação imediata.
- Porque viver no erro é prazeroso, mas esse prazer durará pouco tempo.

Por que nós sempre estamos colocando Deus para fora de nossos planos pessoais?
- Porque nós sempre no concentramos em desejos imediatos.
- Porque nós nos esquecemos das as bênçãos que já desfrutamos.
- Porque nós deixamos de considerar as consequências de escolhas erradas.

Essa parábola nos adverte que quando deixamos Deus de fora das nossas decisões mais importantes e dos nossos planos pessoais, tudo pode se transformar em cinzas. Espiritualmente falando, as cinzas são os restos da desobediência e rebeldia. Viver afastado de Deus pode parecer atraente e prazeroso, mas isso conduzirá a pessoa à destruição.

A Bíblia ensina: '26 Pense bem no que você vai fazer, e todos os seus planos darão certo. 27 Evite o mal e caminhe sempre em frente; não se desvie nem um só passo do caminho certo.' (Pv.4:26,27 NTLH) No entanto, como nós poderemos nos manter no caminho certo? Observando a inclinação que Deus nos dá: 'As pessoas podem fazer seus planos, porém é o SENHOR Deus quem dá a última palavra.' (Pv.16:1 NTLH) Isso é o temor do Senhor. 'Para ser sábio, é preciso primeiro temer a Deus, o SENHOR. Os tolos desprezam a sabedoria e não querem aprender.' (Pv.1:7 NTLH)

Quando nós deixamos Deus de fora dos nossos planos pessoais, somos conduzidos a situações desfavoráveis e que conflitam com o nosso caráter cristão. Um sentimento de tristeza cresce dentro de nós, ao percebermos que tudo de bom que recebemos do “Pai” está sendo perdido e mais, nos alimentamos com uma dieta estranha a um filho de Deus. A seguir, passamos a considerar as consequências temporais e eternas. Nossas cinzas!

Só há uma saída, voltar aos braços do “Pai”. Nós servimos a um Deus que é Pai e Ele está sempre pronto para receber com alegria e perdão, aqueles que precisam de restauração. Porque Deus é assim, nós podemos ter Nele esperança, mesmo quando partes de nossas vidas viraram cinzas! Porém, Deus é Justo e Ele não promete retirar as consequências de nossas más escolhas, mas nos reveste com a possibilidade de um recomeço.

Para aquele que está reduzido a cinzas, cujos danos internos são visíveis e devastadores, por meio de Jesus, Deus promete restaurá-lo internamente, a fim de que ele saia de seu estado de morte. (...) 25 Jesus afirmou: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; 26 e quem vive e crê em mim nunca morrerá. Você acredita nisso? (Jo.11:25,26 NTLH)


Autor: Pr. Walter de Lima Filho