"Não se aparte da tua boca o livro desta lei antes medita nele dia e noite"Josué1:8

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Regenerados pela Palavra de Deus


“Pois fostes regenerados, não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a Palavra de Deus, a qual vive e é permanente”. 1ª Pedro 1:23

A palavra “regenerados” que tem o significado de “gerados de novo”, supõe que a primeira geração fora corrompida e houve a necessidade de ser refeita segundo o propósito daquele que a estabeleceu. Em “primeira geração”, refiro-me a toda raça humana proveniente de Adão conforme lemos em Atos 17:26. “E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação;”


Todos nós fomos gerados primeiramente de semente corruptível pelo primeiro nascimento. Somos corruptos por natureza. É importante atentarmos no que diz a Palavra de Deus a este respeito. “Alienam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nasceram, falando mentiras. O seu veneno é semelhante ao veneno da serpente; são como a víbora surda, que tapa os ouvidos,” (Sl 58:3-4) Há um pensamento que diz: “Devemos nossa criação a Deus, e nossa corrupção a nós mesmos”. Matthew Henry também enfatizou este ponto quando disse: “A graça não corre no sangue, mas a corrupção sim. Pecador gera pecador, mas santo não gera santo”. Nascemos neste mundo portadores de um coração maligno inclinado à corrupção como nos diz o Senhor através do profeta Jeremias 17:9. “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”


Nós mesmos ficamos abismados do que fomos capazes de ter feito no passado, e de que somos capazes de fazer se não for o Senhor por sua misericórdia e graça em nos restringir e guardar. Alguém já disse que “Como pela graça de Deus somos o que somos, também por Sua graça é que não somos o que não somos...ela desfaz o que éramos e nos torna o que somos”. As evidências deste coração perverso manifestam-se por toda parte, basta lermos o evangelho de São Marcos 7:21-23 para depararmos com esta realidade indiscutível. “Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, Os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem.”
Thomas Brooks sustenta este ponto quando disse: “Existe a semente de todos os pecados – dos pecados mais vis e piores – no melhor dos homens”. As Escrituras Sagradas nos mostram que para este coração corrupto não existe remédio suficiente para remoção de suas manchas. “Por isso, ainda que te laves com salitre, e amontoes sabão(“potassa” em outra versão), a tua iniqüidade está gravada diante de mim, diz o Senhor DEUS.” (Jr 2:22) Ainda que fôssemos lavados com salitre (provavelmente, o carbonato de sódio usado para fabrico de sabão, um álcali mineral), e com abundância de potassa (o álcali vegetal correspondente, obtido de cinzas de plantas) – eram dois dos mais poderosos detergentes conhecidos, ambos usados na lavagem e embranquecimento de vestes, e também na refinação de metais -, digo; ainda que fôssemos lavados com esses elementos, continuaria a mácula de nossa iniqüidade perante o Senhor. Nosso mal é incurável. “Porque assim diz o SENHOR: A tua ferida é incurável; a tua chaga é dolorosa. Não há quem defenda a tua causa para te aplicar curativo; não tens remédios que possam curar.” (Jr 30:12-13). Dizem que “A esperança é a última que morre”, mas não há nenhuma esperança para o homem que rejeita a Cristo e não deseja estar sob o seu governo para ser restaurado por Ele. “E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.” (Lc 19:27). “As pessoas que não tem Cristo como rei para reinar sobre elas jamais terão seu sangue para salvá-las”, dizia Thomas Watson. No evangelho segundo São Mateus no capitulo 5 versículo 8, lemos sobre uma das características que definem aqueles que verão a Deus: os limpos de coração.“Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;”


Com o coração com o qual nascemos jamais poderíamos ver a Deus, pois Ele é Santo e tão puro de olhos que não pode contemplar o mal. Outrossim, após o pecado consumado, o Paraíso é incompatível com o estado pecaminoso do homem. Inconcebívelmente é a idéia que muitos sustentam de que poderão entrar no céu e ver a Deus, supondo que o Senhor não levará em conta o seu estado. Mas o Senhor Jesus Cristo foi decisivo em suas palavras: “Se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus”. (cf Jo 3:3). O homem em seu estado natural não pode ver, e muito menos entrar no reino de Deus se não nascer da água e do Espírito.
 O homem não regenerado é corrupto por natureza e é pura insensatez supor que entrará no céu sem passar por uma cirurgia espiritual de coração. Tal homem pensa que Deus não daria tanto valor à sua lei? “Estas coisas tens feito, e eu me calei; pensavas que era tal como tu, mas eu te argüirei, e as porei por ordem diante dos teus olhos:” (Sl 50:21). Foi devido á concepção do estado de seu coração maligno revelado por Deus, que o rei Davi confessou: “Cria em mim, ò Deus, um coração puro, e renova dentro em mim um espírito inabalável”. (cf. Sl 51:10).


 O Senhor convida a todos a reconhecerem cada um a chaga de seu coração para receberem o devido tratamento espiritual, a fim de que sejam salvos e santificados por Ele. “Toda a oração, toda a súplica, que qualquer homem de todo o teu povo Israel fizer, conhecendo cada um a chaga do seu coração, e estendendo as suas mãos para esta casa, Ouve tu então nos céus, assento da tua habitação, e perdoa, e age, e dá a cada um conforme a todos os seus caminhos, e segundo vires o seu coração, porque só tu conheces o coração de todos os filhos dos homens.” (1ª Re 8:38,39).


Necessitamos confessar perante o Senhor como alguém já o fez do seguinte modo: “As obras das minhas mãos não podem cumprir as exigências da Tua lei; mesmo que meu zelo não conhecesse descanso, e minhas lágrimas fluíssem para sempre, nada disto poderia fazer expiação pelo pecado; Tu, e Tu somente, tens que me salvar. Nada trago nas minhas mãos – tão somente agarro-me à Tua cruz. Desnudo, venho a Ti procurando vestimenta, desamparado, busco em Ti a graça, sujo, vou correndo à Fonte, lava-me, Salvador, senão perecerei”. “Cura-me, SENHOR, e sararei; salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor.” (Jr 17:14) Em nosso texto base podemos contemplar a gloriosa graça de Deus e o poder de sua Palavra. “...Pois fostes regenerados... mediante a Palavra de Deus...”.
Esta é a espada do Espírito que regenera. Pela Sua misericordiosa graça Deus nos gerou de novo, dando-nos um novo coração, tirando o nosso coração de pedra e dando-nos um coração de carne através de nossa morte e ressurreição em Cristo. “E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis.” (Ez 36:26,27). Esta profecia foi cumprida plenamente pelo Evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. “Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração. E é por Cristo que temos tal confiança em Deus;” (2ª Co 3:3-4) E através de qual instrumento o Senhor aplica esta obra de regeneração em cada um de nós?


Respondo biblicamente: pela Palavra de Deus. “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hb 4:12). Entre todos os instrumentos mais eficazes e poderosos do mundo, nenhum se compara à Palavra de Deus. Ela é o martelo que esmiúça a penha, é a espada do Espírito, é o capacete da salvação, é o poder de Deus que gera vida. Deus criou os céus e todo o exército deles pelo sopro de sua boca. Ele disse: “Haja luz, e houve luz...”. O Senhor criou, cura, regenera, santifica e sustenta pela sua Palavra. Digna de inteira aceitação é a Palavra do Senhor. Também por ela os homens serão julgados diante do tribunal do Justo Juiz e Senhor de todos. A Palavra de Deus tem o poder de realizar tudo aquilo para o qual foi designada. Quando a palavra do Senhor é pronunciada de acordo com a Sua vontade, Ele mesmo vela sobre a mesma para o seu inteiro cumprimento. “E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la.” (Jr 1:12).
“Há apenas uma única coisa realmente inevitável: é necessário que as Escrituras se cumpram”. O caminho de um homem só pode ser endireitado e purificado pela observância à Santa Palavra de Deus. Porque ela é puríssima, tem o poder de purificação; porque ela é santa, tem o poder de santificação; porque ela é viva tem o poder de regeneração. Igualmente, digna de inteira aceitação por sua fidelidade é o fato de que esta Palavra “vive e é permanente”. Os céus e a terra um dia passarão, mas esta Palavra não irá passar, daí que todos os que foram regenerados por ela terão vida eterna em Cristo Jesus. Louvado seja o Senhor pela regeneração mediante a sua Palavra que vive e é permanente.

 Amém!

Autor: Levi Cândido

< Prev Next > de Deus

“Pois fostes regenerados, não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a Palavra de Deus, a qual vive e é permanente”. 1ª Pedro 1:23

A palavra “regenerados” que tem o significado de “gerados de novo”, supõe que a primeira geração fora corrompida e houve a necessidade de ser refeita segundo o propósito daquele que a estabeleceu. Em “primeira geração”, refiro-me a toda raça humana proveniente de Adão conforme lemos em Atos 17:26. “E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação;”






Todos nós fomos gerados primeiramente de semente corruptível pelo primeiro nascimento. Somos corruptos por natureza. É importante atentarmos no que diz a Palavra de Deus a este respeito. “Alienam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nasceram, falando mentiras. O seu veneno é semelhante ao veneno da serpente; são como a víbora surda, que tapa os ouvidos,” (Sl 58:3-4) Há um pensamento que diz: “Devemos nossa criação a Deus, e nossa corrupção a nós mesmos”. Matthew Henry também enfatizou este ponto quando disse: “A graça não corre no sangue, mas a corrupção sim. Pecador gera pecador, mas santo não gera santo”. Nascemos neste mundo portadores de um coração maligno inclinado à corrupção como nos diz o Senhor através do profeta Jeremias 17:9. “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”


Nós mesmos ficamos abismados do que fomos capazes de ter feito no passado, e de que somos capazes de fazer se não for o Senhor por sua misericórdia e graça em nos restringir e guardar. Alguém já disse que “Como pela graça de Deus somos o que somos, também por Sua graça é que não somos o que não somos...ela desfaz o que éramos e nos torna o que somos”. As evidências deste coração perverso manifestam-se por toda parte, basta lermos o evangelho de São Marcos 7:21-23 para depararmos com esta realidade indiscutível. “Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, Os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem.”
Thomas Brooks sustenta este ponto quando disse: “Existe a semente de todos os pecados – dos pecados mais vis e piores – no melhor dos homens”. As Escrituras Sagradas nos mostram que para este coração corrupto não existe remédio suficiente para remoção de suas manchas. “Por isso, ainda que te laves com salitre, e amontoes sabão(“potassa” em outra versão), a tua iniqüidade está gravada diante de mim, diz o Senhor DEUS.” (Jr 2:22) Ainda que fôssemos lavados com salitre (provavelmente, o carbonato de sódio usado para fabrico de sabão, um álcali mineral), e com abundância de potassa (o álcali vegetal correspondente, obtido de cinzas de plantas) – eram dois dos mais poderosos detergentes conhecidos, ambos usados na lavagem e embranquecimento de vestes, e também na refinação de metais -, digo; ainda que fôssemos lavados com esses elementos, continuaria a mácula de nossa iniqüidade perante o Senhor. Nosso mal é incurável. “Porque assim diz o SENHOR: A tua ferida é incurável; a tua chaga é dolorosa. Não há quem defenda a tua causa para te aplicar curativo; não tens remédios que possam curar.” (Jr 30:12-13). Dizem que “A esperança é a última que morre”, mas não há nenhuma esperança para o homem que rejeita a Cristo e não deseja estar sob o seu governo para ser restaurado por Ele. “E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.” (Lc 19:27). “As pessoas que não tem Cristo como rei para reinar sobre elas jamais terão seu sangue para salvá-las”, dizia Thomas Watson. No evangelho segundo São Mateus no capitulo 5 versículo 8, lemos sobre uma das características que definem aqueles que verão a Deus: os limpos de coração.“Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;”


Com o coração com o qual nascemos jamais poderíamos ver a Deus, pois Ele é Santo e tão puro de olhos que não pode contemplar o mal. Outrossim, após o pecado consumado, o Paraíso é incompatível com o estado pecaminoso do homem. Inconcebívelmente é a idéia que muitos sustentam de que poderão entrar no céu e ver a Deus, supondo que o Senhor não levará em conta o seu estado. Mas o Senhor Jesus Cristo foi decisivo em suas palavras: “Se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus”. (cf Jo 3:3). O homem em seu estado natural não pode ver, e muito menos entrar no reino de Deus se não nascer da água e do Espírito.
 O homem não regenerado é corrupto por natureza e é pura insensatez supor que entrará no céu sem passar por uma cirurgia espiritual de coração. Tal homem pensa que Deus não daria tanto valor à sua lei? “Estas coisas tens feito, e eu me calei; pensavas que era tal como tu, mas eu te argüirei, e as porei por ordem diante dos teus olhos:” (Sl 50:21). Foi devido á concepção do estado de seu coração maligno revelado por Deus, que o rei Davi confessou: “Cria em mim, ò Deus, um coração puro, e renova dentro em mim um espírito inabalável”. (cf. Sl 51:10).
 O Senhor convida a todos a reconhecerem cada um a chaga de seu coração para receberem o devido tratamento espiritual, a fim de que sejam salvos e santificados por Ele. “Toda a oração, toda a súplica, que qualquer homem de todo o teu povo Israel fizer, conhecendo cada um a chaga do seu coração, e estendendo as suas mãos para esta casa, Ouve tu então nos céus, assento da tua habitação, e perdoa, e age, e dá a cada um conforme a todos os seus caminhos, e segundo vires o seu coração, porque só tu conheces o coração de todos os filhos dos homens.” (1ª Re 8:38,39).


Necessitamos confessar perante o Senhor como alguém já o fez do seguinte modo: “As obras das minhas mãos não podem cumprir as exigências da Tua lei; mesmo que meu zelo não conhecesse descanso, e minhas lágrimas fluíssem para sempre, nada disto poderia fazer expiação pelo pecado; Tu, e Tu somente, tens que me salvar. Nada trago nas minhas mãos – tão somente agarro-me à Tua cruz. Desnudo, venho a Ti procurando vestimenta, desamparado, busco em Ti a graça, sujo, vou correndo à Fonte, lava-me, Salvador, senão perecerei”. “Cura-me, SENHOR, e sararei; salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor.” (Jr 17:14) Em nosso texto base podemos contemplar a gloriosa graça de Deus e o poder de sua Palavra. “...Pois fostes regenerados... mediante a Palavra de Deus...”.
Esta é a espada do Espírito que regenera. Pela Sua misericordiosa graça Deus nos gerou de novo, dando-nos um novo coração, tirando o nosso coração de pedra e dando-nos um coração de carne através de nossa morte e ressurreição em Cristo. “E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis.” (Ez 36:26,27). Esta profecia foi cumprida plenamente pelo Evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. “Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração. E é por Cristo que temos tal confiança em Deus;” (2ª Co 3:3-4) E através de qual instrumento o Senhor aplica esta obra de regeneração em cada um de nós?


Respondo biblicamente: pela Palavra de Deus. “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hb 4:12). Entre todos os instrumentos mais eficazes e poderosos do mundo, nenhum se compara à Palavra de Deus. Ela é o martelo que esmiúça a penha, é a espada do Espírito, é o capacete da salvação, é o poder de Deus que gera vida. Deus criou os céus e todo o exército deles pelo sopro de sua boca. Ele disse: “Haja luz, e houve luz...”. O Senhor criou, cura, regenera, santifica e sustenta pela sua Palavra. Digna de inteira aceitação é a Palavra do Senhor. Também por ela os homens serão julgados diante do tribunal do Justo Juiz e Senhor de todos. A Palavra de Deus tem o poder de realizar tudo aquilo para o qual foi designada. Quando a palavra do Senhor é pronunciada de acordo com a Sua vontade, Ele mesmo vela sobre a mesma para o seu inteiro cumprimento. “E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la.” (Jr 1:12).
“Há apenas uma única coisa realmente inevitável: é necessário que as Escrituras se cumpram”. O caminho de um homem só pode ser endireitado e purificado pela observância à Santa Palavra de Deus. Porque ela é puríssima, tem o poder de purificação; porque ela é santa, tem o poder de santificação; porque ela é viva tem o poder de regeneração. Igualmente, digna de inteira aceitação por sua fidelidade é o fato de que esta Palavra “vive e é permanente”. Os céus e a terra um dia passarão, mas esta Palavra não irá passar, daí que todos os que foram regenerados por ela terão vida eterna em Cristo Jesus. Louvado seja o Senhor pela regeneração mediante a sua Palavra que vive e é permanente.

 Amém!

Autor: Levi Cândido

< Prev Next > de Deus

“Pois fostes regenerados, não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a Palavra de Deus, a qual vive e é permanente”. 1ª Pedro 1:23

A palavra “regenerados” que tem o significado de “gerados de novo”, supõe que a primeira geração fora corrompida e houve a necessidade de ser refeita segundo o propósito daquele que a estabeleceu. Em “primeira geração”, refiro-me a toda raça humana proveniente de Adão conforme lemos em Atos 17:26. “E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação;”






Todos nós fomos gerados primeiramente de semente corruptível pelo primeiro nascimento. Somos corruptos por natureza. É importante atentarmos no que diz a Palavra de Deus a este respeito. “Alienam-se os ímpios desde a madre; andam errados desde que nasceram, falando mentiras. O seu veneno é semelhante ao veneno da serpente; são como a víbora surda, que tapa os ouvidos,” (Sl 58:3-4) Há um pensamento que diz: “Devemos nossa criação a Deus, e nossa corrupção a nós mesmos”. Matthew Henry também enfatizou este ponto quando disse: “A graça não corre no sangue, mas a corrupção sim. Pecador gera pecador, mas santo não gera santo”. Nascemos neste mundo portadores de um coração maligno inclinado à corrupção como nos diz o Senhor através do profeta Jeremias 17:9. “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”


Nós mesmos ficamos abismados do que fomos capazes de ter feito no passado, e de que somos capazes de fazer se não for o Senhor por sua misericórdia e graça em nos restringir e guardar. Alguém já disse que “Como pela graça de Deus somos o que somos, também por Sua graça é que não somos o que não somos...ela desfaz o que éramos e nos torna o que somos”. As evidências deste coração perverso manifestam-se por toda parte, basta lermos o evangelho de São Marcos 7:21-23 para depararmos com esta realidade indiscutível. “Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, Os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem.”
Thomas Brooks sustenta este ponto quando disse: “Existe a semente de todos os pecados – dos pecados mais vis e piores – no melhor dos homens”. As Escrituras Sagradas nos mostram que para este coração corrupto não existe remédio suficiente para remoção de suas manchas. “Por isso, ainda que te laves com salitre, e amontoes sabão(“potassa” em outra versão), a tua iniqüidade está gravada diante de mim, diz o Senhor DEUS.” (Jr 2:22) Ainda que fôssemos lavados com salitre (provavelmente, o carbonato de sódio usado para fabrico de sabão, um álcali mineral), e com abundância de potassa (o álcali vegetal correspondente, obtido de cinzas de plantas) – eram dois dos mais poderosos detergentes conhecidos, ambos usados na lavagem e embranquecimento de vestes, e também na refinação de metais -, digo; ainda que fôssemos lavados com esses elementos, continuaria a mácula de nossa iniqüidade perante o Senhor. Nosso mal é incurável. “Porque assim diz o SENHOR: A tua ferida é incurável; a tua chaga é dolorosa. Não há quem defenda a tua causa para te aplicar curativo; não tens remédios que possam curar.” (Jr 30:12-13). Dizem que “A esperança é a última que morre”, mas não há nenhuma esperança para o homem que rejeita a Cristo e não deseja estar sob o seu governo para ser restaurado por Ele. “E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.” (Lc 19:27). “As pessoas que não tem Cristo como rei para reinar sobre elas jamais terão seu sangue para salvá-las”, dizia Thomas Watson. No evangelho segundo São Mateus no capitulo 5 versículo 8, lemos sobre uma das características que definem aqueles que verão a Deus: os limpos de coração.“Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;”


Com o coração com o qual nascemos jamais poderíamos ver a Deus, pois Ele é Santo e tão puro de olhos que não pode contemplar o mal. Outrossim, após o pecado consumado, o Paraíso é incompatível com o estado pecaminoso do homem. Inconcebívelmente é a idéia que muitos sustentam de que poderão entrar no céu e ver a Deus, supondo que o Senhor não levará em conta o seu estado. Mas o Senhor Jesus Cristo foi decisivo em suas palavras: “Se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus”. (cf Jo 3:3). O homem em seu estado natural não pode ver, e muito menos entrar no reino de Deus se não nascer da água e do Espírito.
 O homem não regenerado é corrupto por natureza e é pura insensatez supor que entrará no céu sem passar por uma cirurgia espiritual de coração. Tal homem pensa que Deus não daria tanto valor à sua lei? “Estas coisas tens feito, e eu me calei; pensavas que era tal como tu, mas eu te argüirei, e as porei por ordem diante dos teus olhos:” (Sl 50:21). Foi devido á concepção do estado de seu coração maligno revelado por Deus, que o rei Davi confessou: “Cria em mim, ò Deus, um coração puro, e renova dentro em mim um espírito inabalável”. (cf. Sl 51:10).
 O Senhor convida a todos a reconhecerem cada um a chaga de seu coração para receberem o devido tratamento espiritual, a fim de que sejam salvos e santificados por Ele. “Toda a oração, toda a súplica, que qualquer homem de todo o teu povo Israel fizer, conhecendo cada um a chaga do seu coração, e estendendo as suas mãos para esta casa, Ouve tu então nos céus, assento da tua habitação, e perdoa, e age, e dá a cada um conforme a todos os seus caminhos, e segundo vires o seu coração, porque só tu conheces o coração de todos os filhos dos homens.” (1ª Re 8:38,39).


Necessitamos confessar perante o Senhor como alguém já o fez do seguinte modo: “As obras das minhas mãos não podem cumprir as exigências da Tua lei; mesmo que meu zelo não conhecesse descanso, e minhas lágrimas fluíssem para sempre, nada disto poderia fazer expiação pelo pecado; Tu, e Tu somente, tens que me salvar. Nada trago nas minhas mãos – tão somente agarro-me à Tua cruz. Desnudo, venho a Ti procurando vestimenta, desamparado, busco em Ti a graça, sujo, vou correndo à Fonte, lava-me, Salvador, senão perecerei”. “Cura-me, SENHOR, e sararei; salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor.” (Jr 17:14) Em nosso texto base podemos contemplar a gloriosa graça de Deus e o poder de sua Palavra. “...Pois fostes regenerados... mediante a Palavra de Deus...”.
Esta é a espada do Espírito que regenera. Pela Sua misericordiosa graça Deus nos gerou de novo, dando-nos um novo coração, tirando o nosso coração de pedra e dando-nos um coração de carne através de nossa morte e ressurreição em Cristo. “E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis.” (Ez 36:26,27). Esta profecia foi cumprida plenamente pelo Evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. “Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração. E é por Cristo que temos tal confiança em Deus;” (2ª Co 3:3-4) E através de qual instrumento o Senhor aplica esta obra de regeneração em cada um de nós?


Respondo biblicamente: pela Palavra de Deus. “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hb 4:12). Entre todos os instrumentos mais eficazes e poderosos do mundo, nenhum se compara à Palavra de Deus. Ela é o martelo que esmiúça a penha, é a espada do Espírito, é o capacete da salvação, é o poder de Deus que gera vida. Deus criou os céus e todo o exército deles pelo sopro de sua boca. Ele disse: “Haja luz, e houve luz...”. O Senhor criou, cura, regenera, santifica e sustenta pela sua Palavra. Digna de inteira aceitação é a Palavra do Senhor. Também por ela os homens serão julgados diante do tribunal do Justo Juiz e Senhor de todos. A Palavra de Deus tem o poder de realizar tudo aquilo para o qual foi designada. Quando a palavra do Senhor é pronunciada de acordo com a Sua vontade, Ele mesmo vela sobre a mesma para o seu inteiro cumprimento. “E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la.” (Jr 1:12).
“Há apenas uma única coisa realmente inevitável: é necessário que as Escrituras se cumpram”. O caminho de um homem só pode ser endireitado e purificado pela observância à Santa Palavra de Deus. Porque ela é puríssima, tem o poder de purificação; porque ela é santa, tem o poder de santificação; porque ela é viva tem o poder de regeneração. Igualmente, digna de inteira aceitação por sua fidelidade é o fato de que esta Palavra “vive e é permanente”. Os céus e a terra um dia passarão, mas esta Palavra não irá passar, daí que todos os que foram regenerados por ela terão vida eterna em Cristo Jesus. Louvado seja o Senhor pela regeneração mediante a sua Palavra que vive e é permanente.

 Amém!

Autor: Levi Cândido

< Prev Next >

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Porque Jesus Realmente Veio a Terra?



Temos visto que na Actualidade, as pessoas tem recorrido a Jesus, devido aos muitos apelos e chamamentos televisivos e pregações constantes que propagam-se pelo mundo, isso é bom, o poder de Jesus foi um meio poderoso que o Senhor usava para atrair as pessoas a si, entretanto quando estas pessoas chegavam até Jesus, ouviam da boca dele o sermão que salvaria as suas almas, edificaria suas vidas espirituais e transformaria o seu carácter e hoje precisamos avaliar a grande realidade do meio cristão.

Multidões assim como na Antiguidade, recorrem a Cristo em busca de seus milagres, em busca de cura, de provisão, em busca do pão a fim de sanarem as suas necessidades, entretanto Jesus prontamente os apresentava os verdadeiros valores:

"26 - Jesus respondeu-lhes, e disse: Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes. 27 - Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará; porque a este o Pai, Deus, o selou." João 6:26-27

Hoje em dia, perdeu-se o entendimento do real motivo pelo qual Jesus veioaté nós , e por isso não há uma busca de santificação, transformação, pois simplesmente as pessoas veem Jesus como o gerador do milagre, da cura e da provisão e sustento para o ser humano, como se sua vinda à terra tivesse sido para isso, para curar nosso físico, prosperar nossas vidas e na vinda de Jesus àterra não foi por isso, Ele não veio para curar nossas doenças físicas, e nem para relaizar milagres diante dos nossos olhos infinitos, Cristo veio para nos salvar dos nossos pecados:

"E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados." Mateus 1:21

A falta de entendimento desta verdade espiritual, tem gerado pessoas passivas e acomodadas com as mais variadas práticas e vícios carnais, sem nenhum peso na consciência , ou abertura para libertação, já que se Jesus veio à terra para curar as minhas enfermidades, e para me abençoar, logo “me dá, me dá, me dá!” é a razão única que faz com que muitas pessoas não só venham ,mas permaneçam assim diante de Deus.

A primeira pregação de Jesus visava, afastar a humanidade do pecado, e assim reconciliá-la com Deus:

" Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus." Mateus 4:17

O arrependimento é a marca mais real e profunda do verdadeiro encontro com Deus, arrepender-se por andar errado, por andar afastado da glória de Deus. O pecado separa o homem de Deus, e o mantém distante da comunhão:

"1 - EIS que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir. 2 - Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça." Isaías 59:1-2

O pecado mata, destrói ele sem dúvida é o maior inimigo do ser humano, e impede a vida de comunhão plena com Deus, e afasta o homem de viver o querer de Deus, então acima das doenças, da miséria ou escassez o maior mal que o homem precisa buscar ser liberto, é do pecado:

"Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor." Romanos 6:22-23

Jesus curava os que vinham a Ele buscando a cura, alimentava os famintos de suprimentos, entretanto os que alcançaram cura física, não significava que estavam salvos, a salvação viria sobre aqueles que o reconheciam, o seguiam, ou ouviam, aprendiam e voltavam-se a Ele, muito alem da simples satisfação pela benção adquirida e simplesmente a continuidade da vida curado ou abençoado, era o retorno a volta para Cristo com o coração submetido.

Perceba no texto a seguir, dez leprosos buscaram a Jesus para receberem a cura, e eles a alcançaram, entrentanto nove seguiram suas vidas, curados, mas sem Cristo, não é porque alcançou-se uma benção de Cristo que proporiamente se tem a Cristo em sua vida, ele seguiram satisfeitos pela cura, mas seguiram só, muitos querem a benção e se a alcançam prosseguem sem o Abençoador e nem sentem falta dEle, afinal conseguiram o que queriam, mas um leproso voltou a Jesus, agradeceu, glorificou-O, prostrou-se e este, teve a fé para salvação, a fé que conduz a salvação, é a fé que não somente reconhece o Poder de Jesus, mas que te faz reverencia-lo, respeitá-lo, e curva-te à Ele:

"E, entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe; E levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós. E ele, vendo-os, disse-lhes: Ide, e mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, indo eles, ficaram limpos. E um deles, vendo que estava são, voltou glorificando a Deus em alta voz; E caiu aos seus pés, com o rosto em terra, dando-lhe graças; e este era samaritano. E, respondendo Jesus, disse: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove? Não houve quem voltasse para dar glória a Deus senão este estrangeiro? E disse-lhe: Levanta-te, e vai; a tua fé te salvou." Lucas 17:12-19

Você verá muitas vezes na Bíblia, que a pessoa buscava a Jesus em busca da solução para o seu problema carnal ou físico, e ele pela sua misericórdia, lhe dava o remédio para o grande mal eternamente fatal que consome o ser humano,Jesus oferecia-lhe “perdão de pecados”, os homens da antiguidade assim como na actualidade, não dando a devida importância para isso, não se pronunciavam positivamente, pois o que lhes importava era o físico, o carnal e não as consequências eternas espirituais, e então vendo a insatisfação expressa, Jesus para alimentar a fé, curava o físico da pessoa e estas felizes o glorificavam, ignorantes quanto ao verdadeiro mal que suga o físico, a alma e o espírito humano que é o pecado:

"E eis que uns homens transportaram numa cama um homem que estava paralítico, e procuravam fazê-lo entrar e pô-lo diante dele. E, não achando por onde o pudessem levar, por causa da multidão, subiram ao telhado, e por entre as telhas o baixaram com a cama, até ao meio, diante de Jesus. E, vendo ele a fé deles, disse-lhe: Homem, os teus pecados te são perdoados." Lucas 5:18-20

"Qual é mais fácil? dizer: Os teus pecados te são perdoados; ou dizer: Levanta-te, e anda? Ora, para que saibais que o Filho do homem tem sobre a terra poder de perdoar pecados (disse ao paralítico), a ti te digo: Levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa. E, levantando-se logo diante deles, e tomando a cama em que estava deitado, foi para sua casa, glorificando a Deus." Lucas 5:23-25

Assim como no passado, nos nossos dias, os homens não dão a devida importância para o poder do pecado, o poder eterno e enclausurador do pecado, e por isso não lutam contra ele, mas convivem numa passividade ingênua, com aquele que é capaz de levá-los a um abismo eterno. Desconhecem que Jesus veiopara nos tirar do poder do Pecado, veio para quebrar as cadeias de escravidão e domínio que estava ligada as nossas vidas, e nos atrasava, condenava e escravizava, Jesus veio para vencer este inimigo astuto e cruel, sedutor e envolvente que destrói famílias, casas, saúde, vidas, o Pecado é o mal mais destrutivo e corroedor da alegria e felicidade humana.

"E bem sabeis que ele se manifestou para tirar os nossos pecados; e nele não há pecado." I João 3:5

A humanidade precisa despertar pra realidade quanto ao pecado, pois este mal que nasce no coração é o causador das maiores destruições nas pessoas, famílias e toda a terra, este mal tem destruído a raça humana, e a paz mundial:

"Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, Os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem." Marcos 7:21-23

Quando vejo pessoas convivendo satisfatoriamente com suas vidas iniquas, e alheias a vontade de Deus, ocupam as cadeiras das igrejas em busca de suas curas, seus milagres e provisões financeiras meu coração lamenta profundamente a falta de conhecimento, porém não as culpo afinal a mídia só prega isto, os pregadores só falam nisto, cura e prosperidade e não apontam para o verdadeiro Evangelho, a Luz resplandecerá sobre as trevas, sobre o abismo da alma, abismo escuro e sombrio do ódio, da falta de perdão, da pornografia, da prostituição, da agressão, da traição...

Como no passado, os sacerdotes e profetas enganam o povo, visando crescimento financeiro falam falsamente de paz e prosperidade, não denunciando a gravidade, e o poder destrutivo do pecado que está nas almas, nas vidas e nas casas, e assim aguardando somente o bem do Senhor, usufruem por misericórdia aqui na terrade prazeres e bençãos infímas e finitas, e ainda estão sujeitos por causa da vida de mentira e de pecados que levam em sua maioria, serem condenados eternamente, pois nunca houve uma verdadeira conversão, arrependimento ou transformação de vida pelo conhecimento de Deus ou reverência à sua Presença:

"Porque desde o menor deles até ao maior, cada um se dá à avareza; e desde o profeta até ao sacerdote, cada um usa de falsidade. E curam superficialmente a ferida da filha do meu povo, dizendo: Paz, paz; quando não há paz. Porventura envergonham-se de cometer abominação? Pelo contrário, de maneira nenhuma se envergonham, nem tampouco sabem que coisa é envergonhar-se; portanto cairão entre os que caem; no tempo em que eu os visitar, tropeçarão, diz o SENHOR." Jeremias 6:13-15

Triste saber que naquele dia , muitos que hoje estão dentro de igrejas, que acham que Jesus é somente fonte de bençãos passageiras, curas e provisão, pessoas que nunca se importaram em se limpar e libertar seu coração das contaminações do mundo, dos pecados ocultos e de estimação, muitos destes que vivem acomodadamente com suas praticas pecaminosas , libertinas e iniquas, descobrirão tarde demais, o porque Jesus veio em carne e morreu numa cruz pela humanidade, saberão sofrendo por toda eternidade, o porque Jesus sofreu tanto no lugar daqueles que nele cressem, não foi para curar-lhes somente, não foi para abençoa-los, mas para libertá-los da dívida do pecado, que oferece prazer mas cobra caro, o salário é a morte, por isso não existe vida com Deus e com a pecaminosidade:

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade." Mateus 7:21-23

Sem santificação é impossivel ver a Deus, entenda se você já está frequentando uma igreja ou não, aproxime-se de Deus, querendo a sua libertação, reconheça o seu estado, o seu pecado e quão prejudicial esta prática é na sua vida, entenda a Perfeição e Santidade Divina e veja o teu estado real de contaminação e degradação , olhe com verdade para si, e diante do que vês, repense sua tragetoria, deseje a santidade, limpeza e luz de Deus em você, esse é o maior prazer dEle te preencher, te lavar com a água da vida, te transformar:

"Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;" Hebreus 12:14

Jesus é a Verdade, deixe Ele resplandecer como Luz sobre tua vida, ele quer te mostrar a Verdade, o que há em você, as deformações que só atrapalham sua vida e te impedem de crescer, de ser feliz, de viver abundantemente:

"Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres." João 8:31-36

Não viva comodamente com o pecado em sua vida, não o admita, não dá para você viver aliançado com os prazeres profanos e libertinos deste mundo, não dá para você viver de acordo com as propostas do mundo, ele apregoa a traição, o adultério, a traição, a violência, o ódio, a vingânça, o sexo ilícito, explícito, a imoralidade, a malícia, a cobiça, a avareza, a corrupção, o engano , a mentira como normalidades, mas não há nada comum nestas práticas que são na verdade desvios do próposito original divino:

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." Tiago 4:4

Posicione-se com Deus, ame-o, respeite-o realmente como teu Senhor e Pai, não relacione-se com Ele simplesmente como em um ritual frio e egoísta, desejoso de um benefício particular:

"O filho honra o pai, e o servo o seu senhor; se eu sou pai, onde está a minha honra? E, se eu sou senhor, onde está o meu temor? diz o SENHOR dos Exércitos a vós, ó sacerdotes, que desprezais o meu nome. E vós dizeis: Em que nós temos desprezado o teu nome?" Malaquias 1:6

Busque a Deus, e diante do Explendor da Sua Santidade, veja a realidade da degeneração da humanidade, estes que inicialmente foram feitos à imagem de Deus, mas perderam-se de tal maneira, que deformados não resplandecem mais a imagem do Criador, mas Deus nos escolheu e nos chamou para, resgatar em nós a imagem do seu Filho, e por isso quem encontra Deus será transformado, dia a dia, ano após ano, sera restaurado em seu caráter, moral, psicológicamente, intelectualmente, haverá uma regeneração, com intuíto divino de restaurar a imagem de Deus perdida em nós:

"Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou." Romanos 8:29-30

Cristão e não cristão, se você está vivendo passivamente com seu pecado, se você se sente feliz e satisfeito na prática de pecados, quero alertar-te, você precisa encontrar-se com Jesus, e como Pedro olhar nos seus olhos de pureza e santidade, e confessar as suas maldades, Ele quer libertar-te, Jesus sofreu todas as dores que sofreu por causa do pecado, ele foi transpassado, e pendurado naquela cruz por causa dos nossso pecados, então não se engane, pensando que o pecado é saudável, agradável ou prazeiroso, o pecado é mortal, Jesus sofreu o que sofreu pois ele carregava o pecado de todos nós sobre si, o pecado não é bom, como ilusoriamente você pensa ser:

"Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados." Isaías 53:5

"...porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores." Isaías 53:12b

"E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo." I João 2:2

"Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados." I Pedro 2:24

Convido a você que lê esta mensagem, que antes de buscar a sua cura, provisão e milagres, com reverência, curve-se diante da Grandiosidade do nosso Deus, com respeito, amor, e confissão, pois o bem maior que ele quer trazer para sua vida, é a libertação da sua alma, das algemas profundas e ocultas do seu coração, Jesusquer livrar-te daquilo que é mortal e destrutivo e está dentro de você, que quer matar seus sonhos, seus relacionamentos, família, comunhão com Ele, pecados, desvios, deformidades, heradas ou adquiridas que cedo ou tarde podem prejudicar sua vida, casamento, família... Seja liberto do poder do pecado, do domínio do vício, dos maus desejos e intenções e todo o mais será uma consequencia por parte de Deus, em nome de Jesus:

Mateus 6:33
Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

Texto de: Raquel Camargo Fragoso