Graças, porém, a Deus que em Cristo sempre nos conduz em triunfo, e por meio de nós difunde em todo lugar o cheiro do seu conhecimento. Colossenses 1:10

Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas

segunda-feira, 28 de março de 2011

O FRUTO DO ESPÍRITO SANTO

 As obras da carne e a Paz

“As obras da carne são conhecidas: invejas, bebedices, orgias... mas o Fruto do Espírito é Paz” (Gálatas 5.21-22).

Quem já esteve dentro de uma prisão sabe como é a ante-sala do inferno. Nunca estive preso, mas pude fazer evangelismo em um presídio. O lugar é terrível! O cheiro de ferro misturado com comida velha e banheiro sujo... Coisa que não é deste mundo... Onde não há PAZ.
Dentro da cadeia não existe misericórdia nem graça. O que reina é a Lei da Honra e da Justiça própria, criada pelos maiorais.
E é em lugares como esses que muitos cristãos, irmãos nossos, se encontram hoje por amor do Nome do Senhor Jesus. MAS ELES TÊM PAZ...
Você que esteve em um dos cultos de nossa Igreja neste domingo passado, ou participou de culto em outra Igreja, ou esteve no Parque da Independência assistindo a um show, pode imaginar o que seja estar preso por amor do nome do Senhor Jesus? VOCÊ PODE OU PODERÁ VIVER ESTA PAZ?
A Paz conserva a alma e o espírito confiantes no Senhor JESUS, e só nele. Não basta estar cercado de amigos, ou apreciar um dia de sol ou de chuva. É preciso mais do que isso. Mediante esta PAZ que nos é concedida pelo Espírito Santo de DEUS temos a RECONCILIAÇÃO com nosso Senhor, e aí podemos viver em PAZ uns com os outros.
A PAZ é o contrário exato de ÓDIO, DESAVENÇA, CONTENDA, CONFLITO, INVEJA, dos EXCESSOS, tudo isso que são obras da Carne. A PAZ é o primeiro fruto que se observa após o perdão dos pecados.
A PAZ, por meio do Espírito Santo de DEUS, serve como grande consolador em qualquer e em todas as provações.
Viva na Paz do Senhor Jesus hoje, é a minha oração.
O Espírito Santo opera quando há Unidade no Corpo
“Como é bom e agradável que os irmãos vivam em união! Porque é assim que o Senhor nos pode dar a Sua benção e a Sua vida para sempre” (Salmo 133.1-3).
A Unidade dos irmãos sempre foi agradável e desejável. E o rei Davi coloca neste Salmo palavras proféticas visando unir os irmãos que vivem juntos, mas nem sempre vivem unidos.
Passados mais de mil anos, o nosso Mestre Jesus vai levar ao Pai a Sua oração em favor dessa mesma união. No Evangelho de João capítulo 17 verso 21, principalmente, o Senhor intercede por todos nós suplicando que todos os irmãos fossem UM como Jesus e o Pai são UM.
A respeito do que suplica o nosso Mestre? União de Igrejas, união de organizações, união artificial? Apresento aqui pelo menos quatro desejos do Mestre expresso nesta oração do capítulo 17 do evangelho de João: Unidade espiritual; Unidade de corações; Unidade de propósitos e; Unidade de vontades;
O Apóstolo Paulo vai expandir esse ensino do Mestre no capítulo 12 de sua primeira carta à Igreja dos Coríntios. Ela vai dizer que, como igreja, somos um corpo só, que como um corpo tem muitos membros assim também na igreja, que é o corpo de Cristo. Ele fale de UNIDADE no Corpo. Não importa a origem, não importa a ocupação de cada um nem tampouco o nível de escolaridade. Todos no corpo de Cristo fomos batizados em UM só Espírito.
E esse Espírito de DEUS vai operar no Corpo distribuindo Dons conforme Ele mesmo decide, atribuindo individualmente a cada um para o CRESCIMENTO da Igreja. Quando há UNIDADE no Corpo, o Espírito opera em nosso meio. E os DONS do Espírito Santo são necessários para:
1. Manifestar o Poder do Espírito Santo no meio do povo de DEUS;
2. Confirmar a mensagem do Evangelho com Poder sobrenatural;
3. Edificar espiritualmente a congregação em geral e os crentes em particular;
4. Trazer Poder para a Batalha Espiritual contra o domínio das trevas;
“Oh Senhor, leva-nos a compreender a oração de Jesus quando pede por nossa unidade. Que haja em nós o único Espírito que concede dons a uma Igreja Unida em Espírito, em Amor, em Propósitos e em Vontades” Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário