Graças, porém, a Deus que em Cristo sempre nos conduz em triunfo, e por meio de nós difunde em todo lugar o cheiro do seu conhecimento. Colossenses 1:10

Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas

segunda-feira, 28 de março de 2011

O FRUTO DO ESPÍRITO SANTO

Domínio Próprio

“Fomos chamados para ser livres. Mas, não deixemos que essa liberdade se torne uma desculpa para que os desejos humanos nos dominem. Pois o Fruto do Espírito é Domínio Próprio” (Gálatas 5.13 e Gálatas 5.23).

Também chamado de Temperança ou Moderação, o Domínio Próprio é o controle sobre nossos próprios desejos e paixões. Para os casados isso inclui a fidelidade aos votos o casamento. Para os solteiros é a pureza, o controle sobre a imoralidade.
O ensino da Palavra de DEUS sobre o Domínio Próprio é bem claro, além de extenso. O escritor da carta de Tiago fala que todos nós tropeçamos em muitas coisas. Mas, se conseguimos controlar a nossa língua somos capazes de refrear todo o nosso corpo.
A moderação do servo do Senhor no falar também é requerida no pensar. O Profeta Jeremias nos adverte para lavarmos de nosso interior toda malícia e tirarmos de nosso meio os maus pensamentos. É o ensino do nosso Mestre, Jesus, de que do coração, isto é do nosso interior, procedem a maus pensamentos: assassinatos, adultérios, prostituição, falso testemunho e blasfêmias.
A Bíblia também está recheada de advertências contra o descontrole na bebida alcoólica. O sábio escritor do livro dos Provérbios fala que devemos nos afastar dos beberrões, e que as bebidas misturadas levam a feridas sem causa e a brigas e queixas.
O controle sobre a bebida também se estende aos excessos na comida. O Apóstolo Paulo diz que nosso descontrole nessas áreas pode fazer nosso irmão ou nossa irmã tropeçar, ou escandalizar-se ou ainda enfraquecer-se.
Mas, e se não conseguimos exercer o Domínio Próprio sobre essas áreas de nossa vida, o que fazer? Realmente, as paixões, os descontroles, os excessos fazem parte da natureza humana decaída por causa do pecado.
Precisamos constantemente nos lembrar que a nossa velha natureza está morta, mas não enterrada, vamos carregá-la conosco até o fim de nossa existência aqui na terra. Somente por nosso Senhor Jesus Cristo, nosso Libertador, é que vamos alcançar a vitória sobre o nosso velho “eu”. É esse o Fruto que o Espírito Santo quer produzir em nós.
“Seja a vossa MODERAÇÃO conhecida de todos. Perto está o Senhor” (Filipenses 4.5).
Graças a DEUS porque em Jesus Cristo somos mais do que vencedores, por Ele, que nos amou!
Glória a Ele, pelos séculos dos séculos. Hoje e sempre

Nenhum comentário:

Postar um comentário