Graças, porém, a Deus que em Cristo sempre nos conduz em triunfo, e por meio de nós difunde em todo lugar o cheiro do seu conhecimento. Colossenses 1:10

Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas

sexta-feira, 25 de março de 2011

O Bem e o Mal

Acredite ou não, esse assunto está na cabeça de todo mundo e se reflete onde a gente menos imagina. A luta do bem contra o mal roteirizou oito dos dez filmes de maior bilheteria de Hollywood de todos os tempos. É tema de romances, desenhos animados, e o tempo todo ocupa espaço em nossa vida. Então, a primeira pergunta a se fazer é: por que se falaria tanto em algo que não existe?

Agora imagine a seguinte situação: a chuva parou de cair às 2h45min, mas você chegou ao local às 3h. Como você sabe que choveu? É lógico! Percebemos que algo aconteceu pelos vestígios. É só olhar para o chão, para o telhado das casas e ver que estão molhados.

Assim acontece com Satanás. Como existiria o mal se não existisse um causador para ele? A Bíblia reconhece a existência desse inimigo de Deus: Então Jesus foi levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo Diabo. Mateus 4:1.
Deus é eterno (Salmo 90:2). A fé, apoiada por evidências científicas nos fazem entender que o Universo foi formado por Deus, através de Sua palavra (Hebreus 11:2).

Por Seu amor e vontade própria, Deus desejou criar outros seres que pudessem desfrutar a vida. Todos os anjos foram criados por Ele (Salmo 148:2-5). Esse exército celeste adorava o Criador (Neemias 9:6) e O servia (Daniel 7:10), louvando- O. Isaías 6:3 (ver também Hebreus 12:22 e Apocalipse 5:11).

Talvez a afirmação de que anjos existem e foram criados por Deus soe aos seus ouvidos como dizer que Papai Noel e duendes existem. Afinal de contas, as fábulas estão aí para inventar um mundo de faz-de-conta tão parecidos com o real, que a realidade do mundo espiritual acaba se parecendo com ele. Hoje em dia, magia, bruxaria, duendes e fadas foram tão bem embrulhados num mesmo “pacote”com os anjos, que fica difícil até mesmo estudar a seu respeito. É que verdade e mentira são sempre muito parecidas.

Todos os seres criados por Deus foram dotados de liberdade de escolha, vontade própria. Deus é amor e jamais gostaria que Suas criaturas O servissem por obrigação. Elas eram livres para receber e corresponder esse amor, ou não.
Pense comigo:
  • Deus é a fonte da vida;
  • Ele desejou criar outros seres;
  • Assim como uma lâmpada precisa da energia elétrica para iluminar, nós dependemos de Deus para viver;
  • Logo, ao criar, Ele disse: “Vocês são livres para curtir tudo o que a vida oferece, mas se desejam viver, permaneçam ligados a Mim, que sou a fonte da vida!”;
  • Deus não criou robôs, mas seres livres.
            E se os seres criados pensassem que poderiam ter vida sem estar ligados a Deus? O que Deus faria?
Em todo o Universo existia amor, harmonia e liberdade. E “LIBERDADE” É A PALAVRA CHAVE NA CRIAÇÃO DE DEUS. Mas, em certo momento, algo inexplicável aconteceu.

A harmonia foi ameaçada por uma das criaturas de Deus que era um verdadeiro modelo de perfeição, “cheio de sabedoria... querubim da guarda ungido... perfeito... nos [seus] caminhos desde o dia em que [foi] criado até que se achou iniqüidade [nele].” Ezequiel 28:15-17. Deus dera a ele posição e capacidades especiais. O rosto daquele anjo transparecia felicidade. Sua majestade e inteligência destacavam seu porte nobre. Lúcifer era quem estava mais próximo do Criador.
O amor não é egoísta. Mas como Lúcifer passou a amar mais a sua própria glória, começou a sentir ORGULHO, INVEJA, ÓDIO (ver Ezequiel 28:15-17) e, então, passou a MENTIR, expondo aos outros o seu ponto de vista. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira.João 8:44. Dessa forma, o enganador arrastou consigo um terço” dos anjos do Céu (Apocalipse 12:4).

Deus o criara perfeito e lhe dera a capacidade de fazer suas próprias escolhas. Mas um dia, a MALDADE FOI ACHADA EM SEU CORAÇÃO, foi sendo acariciada por ele, e foi assim que surgiu o pecado. Não há uma explicação para o pecado. Se houvesse, isso seria o mesmo que justificá-lo. E se o pecado fosse justificável, não seria pecado.

A Bíblia conta: Você, que dizia no seu coração: ‘Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo. Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo’.Isaías 14:13 e 14. Ele desprezou o fato de que a glória que aparecia nele era simplesmente o reflexo da glória do seu Criador (Ezequiel 28:17).

Deus não criou Satanás - Ele criou seres livres. Livres até mesmo para não escolhê-Lo, se assim optassem. E foi o que Lúcifer fez.
Se Deus sabia que Lúcifer se transformaria num diabo, porque não deixou de criá-lo? Se Ele fizesse isso, a liberdade seria uma mentira, pois como pode haver liberdade, se só existe uma opção? O verdadeiro amor só pode surgir da verdadeira liberdade. Para cada ato de rebeldia que as criaturas cometessem, o Criador cometeria um ato de amor maior ainda (Romanos 5:20).

Lúcifer tinha rejeitado a autoridade divina. Certamente foram feitas várias tentativas para convencê-lo e dadas muitas chances, mas seu caráter passara a ser oposto ao do Seu Criador (Filipenses 2:6-8). “Houve peleja no céu. Miguel [Cristo] e os seus anjos pelejaram contra o dragão. Também pelejaram o dragão e seus anjos... não prevaleceram; nem mais se achou no céu o lugar deles. E foi expulso o grande dragão, que se chama diabo e Satanás, o sedutor de todo o mundo... e, com ele, os seus anjos.” Apocalipse 12:7-9 – RA.

Uma Guerra Muito Próxima

Embora Satanás seja um inimigo vencido, ele continua empenhado em subjugar, “pois sabe que lhe resta pouco tempo”. Apocalipse 12:12. Ele não quer perder sozinho. Por isso, “estejam alertas e vigiem. O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar.” 1Pedro 5:8. “Pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal” Efésios 6:12.
Um fora-da-lei sobreviverá bem melhor, se ocultar sua própria identidade. Por isso, uma poderosa arma desse inimigo, hoje, é fazer com que as pessoas duvidem da sua existência. Por que lutaríamos contra um inimigo “que não existe”?

Ele consegue camuflar suas maiores mentiras com disfarces de verdades, afinal, ninguém seria capaz de tomar um veneno puro, mas o tomaria se estivesse misturado com um delicioso suco de frutas (veja Gênesis 3:1-6).
Hoje, o campo de batalha é a nossa mente. A luta é para ganhar a simpatia do coração humano. A cada momento, a cada decisão a ser tomada é você quem determina se o vencedor será Deus ou Satanás. É por isso que você tem, em sua consciência, um senso de “bem” e “mal”. Não é algo místico e, sim, real. A voz da consciência que quer fazer o que é certo é o apelo de Deus falando à sua mente: “Meu filho, dê-me o seu coração; mantenha os seus olhos em meus caminhos”. Provérbios 23:26.
O termo “Miguel” significa “Quem é como Deus?”. Este é um nome de honra de Jesus, usado quando Ele está em direto conflito com as forças do mal. É um desafio a Satanás, que pretendia ser igual a Deus (Isaías 14:12-14). Outros textos na Bíblia mencionam este Ser: Daniel 10:13 e 21; 12:1; Judas 1:9 e Apocalipse 12:7. O termo “arcanjo” significa “anjo chefe” e Jesus é o líder dos anjos - de forma alguma Ele é uma criatura. O termo “anjo” significa “mensageiro” e Cristo é o mensageiro do Pai à humanidade. Veja que o nome “Miguel” não interfere em nada na plena divindade de Cristo (João 1:1-3; Colossenses 2:9). O fato de Jesus ser considerado “Miguel” não o torna uma criatura; da mesma forma que, quando Apocalipse 5:5 O chama de “leão”, Ele não se torna um animal.  “Miguel” é apenas um nome que descreve uma função específica do Salvador no conflito entre o bem e o mal!

ESTUDO PESSOAL:

01. Quem Deus criou para que se relacionasse com Ele? Jó 38:7 – compare com Apoc. 1:20 (anjos)

02. Quem são os anjos? O que fazem? Jó 1:2; Sal. 103:20; Sal. 148:2; Heb. 1:14 (seres espirituais, filhos de Deus, criados para O amarem. Depois da existência do pecado, eles tiveram também a função de trabalhar em favor da salvação das pessoas).

03. Desde quanto existem os anjos? Jó 38:4-7 (antes mesmo de Deus criar o planeta Terra e os seres humanos. A expressão “estrelas da alva” ou estrelas da manhã (bem como “filhos de Deus” neste capítulo de Jó) se refere aos anjos, em seu estado de pureza e perfeição).

04. Quem esteve presente na criação do nosso planeta? Gên. 1:1, 2, 26; Sal. 104:30 e João 1:1-3 (Deus Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo. Alguns estudiosos dizem que em Gên. 1:26 Deus teve um diálogo com os anjos. Todavia, isto é impossível, levando-se em conta que (1) anjos são criaturas e não criadores e que (2) a Bíblia ensina que o ser humano foi criado à imagem e semelhança de Deus e não à imagem e semelhança dos anjos. A conversa foi realmente entre as Três Pessoas da Divindade, como podemos ver claramente nos textos supracitados).

05. Como Deus fez o mundo? Gên. 1:1-31 e 2:1-4; Sal. 33:6 e 9; Heb. 1:1-3

      a) Pelo poder de Sua palavra. A Bíblia diz: “no princípio, CRIOU Deus os céus e a Terra” e não “no princípio, EVOLUIRAM os céus e a Terra”...;

      b) Em seis dias literais;

      c) Com um dia da semana (o Sábado) designado para ser um sinal e lembrete desta atividade criativa dEle.

06. Quem foram os primeiros seres humanos criados por Deus? Gên. 1:26, 27; Gên. 3:17 e 20. (Adão e Eva).

07. Antes de Deus criar o mundo e Adão e Eva, o que aconteceu de errado no Céu? Apoc. 12:7-12. (uma grande rebelião e forte batalha)

08. Quem liderou a rebelião contra Deus? Apoc. 12:9; Isa. 14:12-15; Eze. 28:12-14. (Lúcifer, um anjo de Deus, que se tornou satanás – “adversário”. Veja que este ser é pessoal. Umasimples “força negativa” jamais tentaria tomar o trono de Deus)

09. Como era este anjo? Eze. 28:13-15. (perfeito, sábio, formoso e companheiro de Deus. Isso nos mostra que Deus não criou o diabo, mas sim um anjo bom, dotando-o da capacidade para fazer as próprias escolhas).

10. Depois de ter rejeitado o perdão de Deus, o que Jesus teve que fazer com o anjo rebelde? Apoc. 12:12; Luc. 10:18 (expulsá-lo do Céu)

11. Depois de expulso para a Terra, o que satanás, usando uma serpente como médium, fez para tentar levar outros a se rebelarem contra Deus? Gên. 3:1-8 (iludiu Eva para que junto com Adão comesse o fruto proibido, rebelando-se assim contra o Criador. Perceba que o casal humano foi criado com a capacidade de fazer as próprias escolhas, o que demonstra que apesar de o diabo ser um tentador, o ser humano tem responsabilidade por suas decisões. Culpar o diabo por nossas escolhas erradas não traz crescimento espiritual).

12. Que graves conseqüências o pecado trouxe para a humanidade? Rom. 5:12; 15-19. (condenação e morte).

13. Qual será o destino de satanás e de todos aqueles que quiserem permanecer no pecado? Apoc. 20:10; Rom. 16:20; Apoc. 20:15; Apoc. 21:8; Mal. 4:1 e 3; (castigo no lago de fogo, que segundo Apo. 20 só existirádepois do milênio, destruição total e morte eterna).

Nenhum comentário:

Postar um comentário